quinta-feira, 21 de maio de 2009

Tirando Diletra - Versão Pocket (leia-se póquet…)
Por Luiz Gallo

É galera, nem sempre tem jogo suficiente para agitar a coluna mais embasbacante do Chongas. Sendo assim, hoje tem Tirando Diletra Pocket, afinal, os jogos são poucos, mas nunca param!

1 - Dá nele! - O Internacional eliminou o Flamengo da Copa do Brasil, 2×1. O jogo foi extremamente equilibrado, o Colorado estava classificado com a vitória simples, mas o Flamengo conseguiu o empate aos 29 minutos de jogo. A vitória colorada veio de forma emocionante com Andrezinho, de falta aos 43 minutos da segunda etapa. Entretanto, somos do Chongas e do Diletra, logo, nosso destaque vai para a dupla Toró e Willians, do Mengão. Era só o argentino D’Alessandro tocar na bola, que recebia uma pancada de um dos dois e aqui nós não fazemos as regras, apenas as respeitamos. Bater em argentino vale muito mais do que gol e classificação!

2 - Maracanã em silêncio - A torcida do Fluminense fez a sua parte, lotou o Maracanã. Todavia, o time precisava de vitória e como gol para o técnico Parreira é detalhe, foi eliminado. O Corinthians marcou 2 na primeira etapa, um deles de joelho, de Jorge Henrique, que finalmente se tocou que o pé não é o seu forte. O Flu até tentou, empatou a partida na segunda etapa, mas não foi o suficiente. Timão na semifinal.

3 - Susto de minuto - O Vitória tinha que golear, e Neto Baiano abriu o placar logo a 1 minuto de jogo. Porém, o susto parecia até estar programado e aos 4 minutos de jogo, Elton marcou para o Vasco, fazendo com que o Vitória precisasse ganhar por 6×1 para conseguir a classificação. Com a missão complicada só um pouquinho, Neto Baiano não quis brincar mais, arrumou uma expulsão, ameaçou o juiz e saiu do jogo. O que ele queria é que nós falássemos que isso complicou o Vitória, mas aqui não Neto Baiano! A verdade é que a missão era impossível e o Neto Baiano amarelou e arrumou um jeito de sair de campo! Vasco na semifinal.

4 - Argentino Pereba - Na terça o Coritiba estava meio preguiçoso, o jogo contra a Ponte Preta estava feio, a torcida estava reclamando. Isso até os 43 minutos do segundo tempo, quando o argentino Ariel marcou de cabeça e selou a classificação do Coxa, 1×0. O detalhe do jogo é que, argentino não saber jogar bola, nunca foi novidade, mas Ariel, que está no clube desde o ano passado está treinando fundamentos do futebol. Isso mesmo meu amigo, ele está aprendendo a chutar, tocar, cabecear e quem sabe até as regras do futebol. Então, aí está a prova de que a esperança não pode morrer. Você que não sabe nada de futebol, manda um currículo lá pro Coritiba. Quem sabe ano que vem você não é destaque da Copa do Brasil!

5 - Uefa? - Na final do segundo torneio de clubes mais importante da Europa, só deu Brasil. Shakhtar Donetsk da Ucrânia sagrou-se campeão na prorrogação contra o Werder Bremen, da Alemanha. No tempo normal, Luis Adriano marcou para o time ucraniano, enquanto o também brasileiro Naldo empatou. Na prorrogação brilhou a estrela do meia Jadson, que se destacou no Brasil jogando pelo Atlético Paranaense. Ele marcou o gol que garantiu a vitória e o título para o Shakhtar. Agora a Ucrânia está em festa, com o primeiro título da Copa da Uefa, que ano que vem será substituída pela Liga da Europa. Agora imaginem a Ucrânia em festa, praças lotadas… Como diabos os ucranianos vão gritar pelo seu heróis, Jadson?

2 comentários:

Rakal D'Addio disse...

"Todavia" meu sonho é usar o termo com a mesma categoria do Gallo.

Brasil Empreende disse...

Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem desta semana: Brasil, Um celeiro do Futebol-Mundial!
E participar, também, da corrente Cadê o Amauri por novos jogadores na seleção brasileira.
Sua visita será um grande prazer para nós.
Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
Atenciosamente,
Sebastião Santos.