segunda-feira, 18 de maio de 2009

TIRANDO DILETRA

Por Luiz Felipe Gallo

1 -Primeiro colorado - O líder do Brasileirão após a segunda rodada é o Internacional. Mesmo jogando com o time misto, o Colorado bateu o Palmeiras por 2×0, gols de Danny Morais e D’Alessandro. Entretanto, o destaque da partida foi o jovem atacante Taison. O atleta nocauteou a defesa palmeirense (piada absurdamente infame).

2 - Nem Ronaldo resolveu - Jogando no Engenhão, o Corinthians não saiu do 0×0 com o Botafogo. O jogo foi tão emocionante quanto partida de Bocha no Clube da Terceira Idade de Tatuí, todavia, 2 coisas na partida me chamaram a atenção. A primeira foi que a camisa do Corinthians tá parecendo um macacão de Fórmula 1, tem tanto patrocínio que a gente nem vê o símbolo da equipe. Outra é que os anunciantes dos ombros e da bunda (sim, tem anunciante na bunda) são de empresas do grandissíssimo Silvio Santos. Rolam boatos que na próxima partida do Timão, várias cartelas da Tele Sena e produtos Jequiti serão distribuídas para a torcida.

3 - Coitado do baixinho - Na Vila Belmiro o Santos começou avassalador. Chegou a fazer 3×1 com 2 gols de Rodrigo Souto e um de Kléber Pereira (que obviamente, comemorou sozinho). Entretanto, com grande atuação de Iarley, o Goiás consegui empatar o embate em 3×3. O Peixe saiu de campo vaiado pela torcida, que pegou pesado com o meia Mádson. O baixinho foi xingado de vários nomes pelos santistas, entretanto, quando um torcedor o chamou de corinthiano, ele não aguentou, chorou e hoje contará tudo para a sua mãe, que tomará as devidas providências.

4 -Brasil unido no Recife - Assim como em 2008, o Náutico venceu com facilidade o Cruzeiro, 2×0. Derley abriu o placar para o Timbu e Carlinhos Bala, com um golaço por cobertura fechou o placar. Além do gol de Carlinhos Bala, outro fato que chamou a atenção foi como o Brasil estava unido nessa partida. Os clubes eram de Minas e Pernambuco, mas em campo tínhamos: Junior Carioca, Marquinhos Paraná e Wellington Paulista.

5 - Trocadalho do Carilho - No Mineirão, o lado alvinegro de Minas Gerais cantou de Galo (RÁ) pra cima do Grêmio, 2×1. O jogo foi marcado pelo encontro de Celso Roth, agora técnico do Atlético com o time que o demitiu no mês passado. O treinador saiu vencedor, mas também, o comandante gremista jogou boa parte da partida com Herrera e Maxi Lopez na frente, 2 argentinos juntos, não dá! Por força do hábito, os dirigentes gremistas disseram que Celso Roth corria riscos após a derrota…

6 - Simplicidade - Quem divide a liderança com o Inter é o Vitória, que venceu o Sport em casa por 1×0, gol de Neto Baiano. O jogo estava meio truncado, foi então que o técnico da equipe baiana resolvei simplificar o jogo, ao menos para os narradores. Colocou Gil no lugar de Uelliton no meio e obteve os 3 pontos. Vitória e Inter são as duas únicas equipes que mantém os 100% de aproveitamento no campeonato.

7 - É Tetra! - O São Paulo ainda não foi avisado que o Brasileirão começou. Vacilou em pleno Morumbi e conseguiu o empate em 2×2 com o Atlético Paranaense nos últimos minutos. O zagueiro Rafael Santos marcou os 2 gols atleticanos e foi o destaque da partida. Outro que chamou a atenção foi o atacante tricolor André Lima, que deu números finais ao placar. Dos 6 gols que o atacante fez com a camisa do tricolor, 4, contando com o de ontem foram irregulares, pois André Lima estava impedido. Já tem torcedor Tricolor comemorando o Tetra do Brasileirão, afinal, o campeonato começou igual ao do ano passado: uma pindaíba danada.

8 - Seca pimenteira - Agora vamos falar do melhor time paulista da competição, o Santo André. Não, isso não é piada, na quarta posição, o clube do ABC paulista é o melhor qualificado em comparação as outras potências paulistas. O Ramalhão venceu o Coritiba por 4×2 fora de casa, e assim, garantiu o sucesso nesse começo de Brasileiro, graças ao idoso Marcelinho Carioca, e ao atacante Pablo Escobar que tem feito sua carreira no Santo André. Entretanto, o time deve tomar cuidado, tem pé frio a solta pelo elenco. O lateral Juninho Caiçara acabou de ser rebaixado jogando pelo CSA no campeonato alagoano, jogou sábado e foi expulso…fiquem atentos com ele, Juninho Caiçara, que pode comprometer o sucesso da equipe no Brasileirão.

9 - Ataque? Onde? - Mais uma vez o ataque do Flamengo não decepcionou. Passou em branco novamente jogando no Maracanã contra o Avaí. Resultado, 0×0. A situação lá pela Gávea anda tão feia, que a esperança de gol do último sábado foi o atacante Alex Cruz, contratado junto ao grande Ivinhema, do Mato Grosso do Sul. Outro fato alarmante é que o atacante Wellyngton Paulista (é assim mesmo que se escreve) se recusou a jogar no Mengão, preferiu ser reserva no Cruzeiro a dividir o ataque com Josiel ou Obina…Pensando bem, certo ele!

10 - Pior jogo da Rodada - Hoje o último item é uma espécie de Honra ao Mérito. Talvez Desonra e Demérito. Barueri e Fluminense fizeram o jogo mais feio da rodada, um 0×0 com pouquíssimas chances de gol, furadas bizarras. Para vocês terem uma idéia, os 2 goleiros foram acertados na cabeça pelos adversários. Já a emoção e a técnica passaram bem longe da Arena Barueri, na Grande São Paulo. O Fluminense segue pensando na Copa do Brasil, já o Barueri segue tentando jogar futebol, algo que anda bem complicado de se fazer por lá… Já no Globo Esporte: Pereba da 2ª rodada: Conca, do Fluminense

Esse texto também pode ser lido no Chongas

4 comentários:

LF disse...

Olá amigos,

O que me dizem de Chicão (Corinthians) e Ramires (Cruzeiro) ?

São bons jogadores ?



Um abraço desde Portugal

Uelton Gomes disse...

Poderia colocar, Simon tá no hora de aposentar, ou compra um óculos, ele não vê nada...

Abraços

Thiago Madureira disse...

Ronaldo jogou muito mal. Alguns corinthianos, os mais desesperados, pediam SOUZA.

Net Esportes disse...

Dou razão pro Mádson, ele foi xingado pelo pior dos palavrões ..... !!!!