domingo, 7 de setembro de 2008

DE EX-ÍDOLO A ALGOZ?

O jogo de hoje conta com ao menos uma curiosidade. Se a prometida ofensividade da Seleção garantiu aos brasileiros um toque de esperança, no Chile, há o retorno de Valdívia.

Pois se a derrota basta para que seja preparado o funeral de Dunga, para os palmeirenses, o resultado pode representar a saída de seu treinador e quem sabe o fim da luta pelo título do Brasileirão.

E, imagine só se o ex-ídolo do alviverde sacramenta a vitória chilena e deflagra todo o processo do mudança no comando da Seleção. Irônico, não?

2 comentários:

Gustavo disse...

Foi mais irônico ainda!

hehehehehehe

Arthur Virgílio disse...

O algoz virou aliado com uma expulsão infantil.