segunda-feira, 4 de maio de 2009

TIRANDO DILETRA
Por Luiz Felipe Gallo

É segunda e a maioria dos campeonatos estaduais acabaram, só ontem tivemos 10 campeões definidos e algumas supresas, como a confirmação da existência de uma lenda. Você sabia?Se não sabe, dessa vez nem precisa dizer o porque, leia os itens e, como diz o narrador mais chato do Brail:“Comemore torcida brasileira!”

1 -Vice Incomparável - A briga pelo vice continuou acirrada, o Botafogo se fez de morto no primeiro tempo, tomou 2 gols, perdeu um penalti no segundo, mas o Flamengo também não deixou barato e também levou 2 gols para que o jogo ficasse empatado. Resultado: Penaltis. Ai valeu a quantidade sobre a qualidade, afinal, não importa quantos vices o Cuca tenha, o Botafogo é uma instituição, e os jogadores, acostumados a segunda posição. Flamengo 4×2 nas penalidades e mengão PentaTri!

2- Troféu Flambado - Em São Paulo a coisa foi mais tranquila, o Santos, que precisava vencer por 3 gols de diferença perdeu muitas oportunidades, e quando marcou com Kléber Pereira tomou o gol em seguida do lateral André Santos. Final, Corinthians campeão Paulista invicto, fato que não acontece no Clube desde 1938. Mas o melhor foi a hora da entrega da Taça, não sei quem foi o engraçadinho que disse ao Fenômeno que havia marshmallow dentro do troféu. Ronaldo, seguiu a lógica. Mandou o funcionário da Federação Paulista flambar. Resultado, quase que o capitão do Timão, William foi flambado junto com a taça.

3 - Leão camuflado - Outro campeão invicto foi a Cruzeiro. Depois de sapecar 5×0 na primeira partida, o empate em 1×1 no jogo de ontem garantiu o Bicampeonato da Raposa. O destaque fa partida, sem dúvida foi o técnico Leão, ele conseguiu ser expulso (novidade), depois voltou para discutir com o árbitro, e ainda se escondeu no banco de reservas, todo serelepe com um boné escondendo o rosto para comandar a sua equipe, que estava muito próxima do título, faltavam apenas 5 golzinhos. Final, Cruzeiro campeão e Leão demitido, quem assume o Galo é Celso Roth.

4 - Não deu pro Esqueleto - No Paraná com aquele regulamento…Bom, como diremos sem ofender…Excêntrico, o Atlético Paranaense venceu o Cianorte por 2×0 e conquistou o título paranaense. Óbvio que os 2 pontos extras e a possibilidade de jogar todas as partidas do octogonal final em casa não influenciaram em nada no resultado, afinal, He-man estava em campo e lá em Etérnia, as coisas são assim…

5 -Fim do jejum - Parecia que não ia dar. O Avaí conseguiu, venceu o Chapecoense por 3×1 no tempo normal e levou a partida para a prorrogação. Aí o baile foi maior ainda, 3×0 nos 30 minutos adicionais. Com o título, o Avaí quebra um jejum de 12 anos sem conquistar um título em Santa Catarina.

6 - Goiás e suas duplas - Apesar da minha torcida para o meio campo, e não para o time do Atlético Goianiense, afinal, o setor tinha: Róbston, Pituca, Franscismar e a volta de Anaílson. Não deu, Goiás é Estado de dupla sertaneja, e nesse quesito, Harley e Iarley, do Goiás foram melhor e conquistaram o título Goiano, 2×0. Com o resultado, o Goiás mostra que tri-vice, é só pro Fogão mesmo!

7 - Porrada Baiana - O primeiro tempo indicava que o título estava complicado para o Vitória, que perdia por 2×0 do Bahia em pleno Barradão. Entretanto, para fazer jus a sua terra, bateu uma preguiça no Bahia. Neto Baiano e o velhinho Ramón empataram o jogo e garantiram o título para o Vitória. Após o apito final do árbitro, os jogadores do Bahia apelaram para a violência e deu-se a confusão. Socos e pontapés pra todos os lados, que foram contidos ao estilo da polícia baiana, um sprayzinho de pimenta, um pouquinho de óleo de dendê…

8 - Tricolor campeão - No Ceará, os humoristas de bordões chatos e fantasiados de travestis bizarros foram deixados de lado neste domingo. Fortaleza e Ceará decidiram o Estadual. Com a vitória por 2×1 no rimeiro jogo, o Tricolor precisava apenas de um empate, e foi o que aconteceu. Arlindo Maracanã abriu o placar para o Ceará, mas o grande Nicácio empatou no início da segunda etapa e garantiu o título para o Fortaleza.

9 - Como? - Na Paraíba, isso mesmo, Paraíba, o Souza fez a festa em plena Campina Grande. Espera aí, não sei se ficou claro, Souza é o nome do time, não do jogador, enquanto o time tem nome de jogador, o jogador tem nome de animal, Edmundo marcou os 2 gols do Souza na vitória por 2×1 no Treze de Campina Grande, que também é time, não numero. E assim, a Paraíba sagra-se como Estado mais confuso do Brasil e Souza, o time, Campeão Paraíbano!

10 - Você Acredita? - No Acre… Sim, tem campeonato, e tem até campeão antecipado, o Juventus, que conquistou os 2 turnos do campeonato, e nem era o único time! O Nauas empatou com o Juventus na final e a decisão foi para os pênaltis. Nas cobranças, o goleiro Faísca, do Nauas não teve chances, enquanto Vandecir, Tiago Sapão e Luís Henrique desperdiçaram para o seu time. Final, Juventus campeão do Acre. Assim, o Chongas e o Diletra prestam um grande serviço aos acreanos, pois provam sua existêcia e de seu Estado, além de sensibilizar a CBF, que vai dar ao Juventus a chance de participar do Campeonato Brasileiro da Quarta divisão!

Você também pode ler a coluna de Luiz Gallo no Chongas

4 comentários:

Didi Iashin disse...

"quem assume o Galo é Celso Roth".

Encosto o ouvido no chão, como aqueles índios de filme antigo e o que ouço?
Tropel de zebras. Ah, sim, e uma vaca dirigindo-se, lépida e fagueira, para o brejo, quer dizer, para a segunda divisão.
CELSO ROTH??? Será qaue esse pessoal não aprende?
Celso Roth e Caio Potter (Jr.) NÃO SÃO TÉCNICOS DE FUTEBOL!
Quando é que vão aprender?
Chama o Jair "Pega-pega-pega!" Picerni!

Uelton Gomes disse...

Quase o william vira churrasquinho, nas sabe o que foi aquilo, alguém deu uma de Zeca Pimenteira, sempre quis ter uma Taça daquelas, rs

Abraços

Blu disse...

A cena mais cômica foi sem dúvida o chamuscado William. Que ideia de jerico.

Mr. Tedio disse...

Hehe o Santos nun conseguiu reverter apesar de tudo...mas o melhor foi o pulinho do minitro na hora que a taça pego fogo huahUAHAUHu