domingo, 1 de junho de 2008

BATE-PAPO - FLUMINENSE 0x1 FLAMENGO


CHICO: Que sono, Lopes.

LOPES: Por que, Chico? Abusou ontem a noite?

CHICO: Que nada. Fui tentar ver Santos e São Paulo e me deu esse “bode”. Que joguinho chato! Aos 15 do primeiro tempo eu já estava dormindo. Pior é que não consigo ficar sem ver um futebol. Por isso, acordei pra ver o Fla x Flu.

LOPES: E aí? Foi bom?

CHICO: Mais ou menos, Lopes. Já imaginava que não seria um jogo de igual para igual. O Fluminense, preocupado com o jogo contra o Boca, na próxima quarta-feira pela Libertadores, poupou seus jogadores titulares. O único jogador que esteve presente foi o goleiro Fernando Henrique.

LOPES: Ué, mas eu ouvi que o Dodô ia jogar?

CHICO: Ele jogou, mas o Dodô não tem sido titular. Um reserva de luxo, entende? Inclusive foi uma falta cobrada por ele o primeiro lance de perigo do jogo.

LOPES: E o Flamengo? Tinha obrigação de ganhar, né?

CHICO: A responsabilidade caia mais sobre o Mengão, sim. Clássico é sempre difícil. Mas um time que é considerado favorito ao título tem certa obrigação de vencer, quando enfrenta uma equipe reserva.

LOPES: E o Flamengo se impôs?

CHICO: No primeiro tempo, não muito. A partida estava muito equilibrada. Em uma das chances mais claras, em uma saída errada da zaga do Fluminense, Marcinho saiu de frente com o gol, mas chutou a bola na trave. Depois disso, em uma jogada de Léo Moura, Juan cabeceou firme, para uma bela defesa de Fernando Henrique. Mesmo assim, no geral, faltou criatividade para o Flamengo e sobraram volantes: Toró, Cristian e Jônatas.

LOPES: Ih...Aí fica difícil mesmo.

CHICO: Pois é. Percebendo que assim as coisas ficavam complicadas. Sendo assim, o técnico Caio Junior tirou Jônatas e colocou Renato Augusto.

LOPES: Ah, aí melhorou, não?

CHICO: Não muito. O Fluminese, que já atacava pouco, desistiu de vez. Mesmo assim o Flamengo não conseguiu se sobrepôs. Errando muitos passes e aproveitando pouco as laterais, o rubro-negro pouco criava. E as coisas pioraram quando Diego Tardelli foi expulso.

LOPES: E como o Fluminense rewagiu com um a mais em campo?

CHICO: Não reagiu. Continuou jogando da mesma forma e não procurou aproveitar a superioridade numérica. Nisso, o Flamengo quase abriu o placar com Fábio Luciano, que matou no peito um cruzamento e chutou forte, mas Fernando Henrique fez uma defesa espetacular. Mas o goleiro do tricolor carioca não conseguiu parar Juan, que vinha no contra-ataque, sem fazer falta. Ou seja, falta dentro da área é pênalti!

LOPES: Gol do Flamengo?

CHICO: Sim, Leonardo Moura, fez o único gol da partida. Com isso o Flamengo termina a rodada na liderança do campeonato, junto com o Cruzeiro. Já o Fluminense continua com apenas um ponto no campeonato, mas concentrado na Libertadores.

Um comentário:

Felipe Leonardo disse...

O Fluminense que se cuide no Brasileiro. É melhor que ganhe a Libertadores...

Abraço,
Felipe Leonardo